Vocês viram o meu cão?

3 julho 2021

Sinopse

“Vocês viram o meu cão?” É com esta pergunta que se inicia esta comédia e é esta pergunta que dá o nome a este espetáculo. Um espetáculo repleto de humor, altamente corrosivo e pleno de sarcasmo como convém a qualquer tragicomédia que se preze!

Uma comédia onde o trágico é, a gargalhada que se nos solta ao olharmos para nós mesmos, enquanto elementos – perfeitamente integrados – de uma sociedade vincadamente estratificada. Uma estória, feita de muitas estórias surreais – ou talvez não – de um quotidiano que nos é absurdamente próximo – ou talvez não -, que nos é contada por um personagem que parece não fazer sentido – ou talvez sim -. “Vocês viram o meu cão?” O texto original de Victor M Sant’Anna de 1999, “Vocês viram meu cachorro?” é um texto absolutamente atual e politicamente comprometido com o Ser Humano e o seu direito inalienável à dignidade, em que a sua estrutura dramática nos remete para uma linguagem característica, do Teatro do Absurdo, do Nonsense e do Surrealismo. Na tradução, do português do Brasil para o de Portugal, procurou-se preservar toda a essência do texto original numa adaptação à realidade política e social do Portugal contemporâneo.

“Vocês viram o meu cão?” É um espetáculo com uma linguagem de encenação: fresca, arejada, divertida e que assenta a sua estrutura nas bases do Teatro do Absurdo, que recorre ao minimalismo com o sentido de desprender a atenção do espectador de qualquer outro foco que não seja o ator e o seu trabalho, que transporta o espectador para um universo poeticamente surreal.
“Vocês viram o meu cão?” É uma tragicomédia: hilariante e corrosiva, divertida e inquietante, leve e sufocante, que nos é próxima e – talvez – não distante, à qual ninguém vai ficar indiferente!

Preço bilhetes

4 a 10€

Local

Sala Experimental do Teatro Municipal Sá de Miranda

Data

3 de julho 2021

Sessões

Sábado
21h00

Duração

60 minutos (aprox.)

Classificação Etária

A Classificar pela CCE

Criação

A Companhia Certa do Varazim Teatro

Ficha Técnica

Texto
Victor M. Sant’Anna

Encenação
Eduardo Faria

Assistência de Encenação e Direção de Ator
Ana Lídia Pereira

Interpretação
Eduardo Faria

Desenho de Luz
Eduardo Faria e José Raposo

Cenário e Figurinos
Joana Soares