O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

Sinopse

Engana-se quem pensa que uma andorinha não se pode apaixonar por um gato. Esta é a história que a Manhã ouviu do Vento e contou ao Tempo. Uma História de amor.

Uma reflexão sobre um mundo de preconceitos, desigualdades, injustiças, incompreensão e pouco amor ou, pelo menos, ainda não o suficiente. Um mundo, enfim, que não presta. Até porque:

“O mundo só vai prestar/ Para nele se viver/ No dia em que a gente ver/ Um gato maltês casar/ Com uma alegre andorinha/ Saindo os dois a voar/ O noivo e a sua noivinha/ Dom Gato e dona Andorinha”

Próximas Datas

9 de maio – Teatro Municipal Joaquim Benite (Portugal)
22 de maio – Cáceres (Espanha)
3 de junho – Mindelo (Cabo Verde)
5 de junho – Praia (Cabo Verde)
10 de junho – Rio de Janeiro (Brasil)
13 de junho – São Paulo (Brasil)
10 de julho – Quinta da Caverneira (Maia)

Ano

Estreia no dia 27 de fevereiro de 2020, na Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

Duração

50 minutos (aprox.)

Classificação Etária

M/3

Criação

Nº 143
Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana

Ficha Técnica

Texto
A partir de O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá de Jorge Amado

Cocriação e Encenação
Tiago Fernandes

Cocriação e Interpretação
Ana Perfeito, Alexandre Calçada, Elisabete Pinto

Construção de Cenário e Adereços
Jorge Portela, José Esteves

Guarda Roupa
Teresa Soares

Apoio ao Guarda Roupa
Flávia Silva, Hugo Rodrigues (Estágio Curricular – Curso Profissional de Design de Moda ETAP Cerveira)

Voz Off
Maria Alcina Cruz

Desenho de Luz
Nuno Almeida

Seleção Musical
Tiago Fernandes

Apoio Multimédia
Luís Lagadouro

Desenho Gráfico e Fotografia
Rui Carvalho

Interessado nesta criação?