O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

Sinopse

Engana-se quem pensa que uma andorinha não se pode apaixonar por um gato. Esta é a história que a Manhã ouviu do Vento e contou ao Tempo. Uma História de amor.

Uma reflexão sobre um mundo de preconceitos, desigualdades, injustiças, incompreensão e pouco amor ou, pelo menos, ainda não o suficiente. Um mundo, enfim, que não presta. Até porque:

“O mundo só vai prestar/ Para nele se viver/ No dia em que a gente ver/ Um gato maltês casar/ Com uma alegre andorinha/ Saindo os dois a voar/ O noivo e a sua noivinha/ Dom Gato e dona Andorinha”

Próximas Datas

9 de maio – Teatro Municipal Joaquim Benite (Portugal)
22 de maio – Cáceres (Espanha)
3 de junho – Mindelo (Cabo Verde)
5 de junho – Praia (Cabo Verde)
10 de junho – Rio de Janeiro (Brasil)
13 de junho – São Paulo (Brasil)
10 de julho – Quinta da Caverneira (Maia)

Ano

Estreia: 27 de fevereiro de 2020, na Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

Duração

50 minutos (aprox.)

Classificação Etária

M/3

Criação

Nº 143
Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana

Ficha Técnica

Texto
A partir de O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá de Jorge Amado

Cocriação e Encenação
Tiago Fernandes

Cocriação e Interpretação
Ana Perfeito, Alexandre Calçada, Elisabete Pinto

Construção de Cenário e Adereços
Jorge Portela, José Esteves

Guarda Roupa
Teresa Soares

Apoio ao Guarda Roupa
Flávia Silva, Hugo Rodrigues (Estágio Curricular – Curso Profissional de Design de Moda ETAP Cerveira)

Voz Off
Maria Alcina Cruz

Desenho de Luz
Nuno Almeida

Seleção Musical
Tiago Fernandes

Apoio Multimédia
Luís Lagadouro

Desenho Gráfico e Fotografia
Rui Carvalho

Interessado nesta criação?